sábado, 1 de março de 2008

Dupla holandesa treina junto de Renata e Talita

Desde o início do mês os treinos da dupla Renata e Talita contam com duas convidadas especiais. As holandesas Merel e Rebekka estiveram durante todo mês de fevereiro ao lado das segunda colocadas no ranking brasileiro.

Esse é o quarto ano seguido que elas fazem a pré-temporada no Brasil, e também a quarta vez que elas têm a oportunidade de praticar ao lado da quinta melhor dupla do mundo. “Escolhemos o Brasil por conta do clima nessa época do ano”, disse Rebekka Kadijk lembrando ainda que o fato de várias duplas de ponta treinarem no Rio também foi importante para a escolha. O fator financeiro também é importante: “Optar pelos Estados Unidos seria mais fácil por conta da língua, mas o Brasil é uma escolha mais barata”.

A dupla já conhecia Renata/Talita do Circuito Mundial, mas os treinos diários no centro de treinamento em Ipanema aproximam cada vez mais as jogadoras que já se consideram amigas. “Quando viemos pela primeira vez era tudo muito diferente, só conhecíamos o Márcio (técnico brasileiro que as trouxe ao Brasil). Mas hoje nos sentimos bem aqui, os brasileiros são muito amigáveis e já nos damos bem com todo mundo da equipe da Renata e Talita”, lembra Merel. A prova desse entrosamento é que com a ida de Márcio Sicoli para os Estados Unidos a dupla ficou sob supervisão de Filipe Bertozzi (auxiliar técnico das brasileiras).

Nesse ano em especial a temporada foi encerrada com uma semana de treinamento no Centro de Desenvolvimento do Vôlei, em Saquarema. A visita a cidade litorânea encantou Rebekka: “Eu adoro viajar e conhecer novos lugares. Ter saído do Rio dessa vez foi bem legal”. Animadas com a temporada brasileira as holandesas prometem voltar no próximo ano. “Se possível para passar mais dias aqui”, completa a sorridente jogadora.

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Noruega receberá o Mundial em 2009

Foi anunciado hoje pela FIVB que o Mundial de Vôlei de Praia do ano que vem será disputado em Stavanger. A cidade norueguesa concorria com Moscou pela sede do evento que acontece de dois em dois anos.

A experiência da cidade norueguesa de 10 anos com etapas do Circuito Mundial, incluindo Grand Slams, parece ter feito a diferença na hora da escolha. “Foi uma longa e dura batalha entre Stavanger e Moscou, mas no final a experiência ganhou”, disse Rubens Acosta (presidente da FIVB) ao anunciar o resultado. Ao contrário da vencedora, Moscou irá organizar sua primeira etapa do tour mundial esse ano.

Visivelmente emocionado com a vitória, Bjorn Masseide, o homem por trás da candidatura da Noruega agradeceu ao apoio do seu país ao projeto: “Tivemos um grande suporte de nossas instituições, do Ministro da Cultura, do Comitê Olímpico Norueguês e do prefeito de Stavanger”. Ele prometeu ainda que o evento que ocorrerá entre 26 de junho e 05 de julho será feito para ser melhor que as últimas edições. “Essa é a maior vitória de todos os tempos no vôlei de praia para a Noruega. Estamos honrados de ser o primeiro país do norte europeu a receber esse evento”, completou.

Pela primeira vez o torneio irá durar 10 dias e será disputado em duas quadras, com um total de prêmios de um milhão de dólares. Para Talita Antunes a cidade é uma ótima escolha: “Stavanger é muito bonita”. Mas a jogadora se disse preocupada com as condições climáticas: “Temos que rezar para não chover, se não é muito frio lá”.

- CBV confirma Brasília como sexta etapa

Depois das alterações sofridas no calendário dessa temporada com a retirada da etapa de Pato de Minas do Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia a confederação brasileira anunciou Brasília como a sexta etapa.

A capital federal que depois de muitos anos havia sido retirada do calendário oficial do vôlei de praia brasileiro irá receber os melhores atletas brasileiros entre os dias 17 e 20 de abril. Depois o circuito entra na fase challenger, enquanto rolam na Ásia e Europa as disputas do Circuito Mundial.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Renata e Talita treinam em Saquarema

Vice-campeãs nas duas primeiras etapas do Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia Renata e Talita aproveitam a semana sem competição para treinar no Centro de Desenvolvimento do Vôlei, em Saquarema.

As jogadoras viajaram para o centro de treinamento da CBV nessa terça e ficam até sábado no local. A infra-estrutura oferecida garante um melhor planejamento dos treinos, o que segundo o técnico Abel Martins facilita o rendimento das atletas: “Como não há o deslocamento entre treino, parte física e fisioterapia as meninas ganham tempo e com isso conseguem descansar o suficiente para render mais”.

Essa é a segunda vez que a dupla usa as instalações para um período de treinos. “Ano passado viemos sem saber que seria tão produtivo, por isso estamos planejando para esse primeiro semestre tentarmos vir duas vezes”, completou Abel lembrando que o segundo período deverá acontecer antes da viagem para a Austrália. Segundo o técnico o objetivo seria concentrar a equipe para o início do Circuito Mundial, que é classificatório para os Jogos Olímpicos de Pequim.

Renata e Talita terão companhia de mais seis duplas

O Circuito Mundial de Vôlei de Praia, que conta pontos para o ranking que define as duplas que representarão o Brasil em Pequim, começa no próximo dia 25 de março na Austrália. Por mais uma temporada Renata e Talita percorrerão o mundo atrás de resultados que ratifiquem a sua colocação atual como segunda dupla brasileira nos Jogos Olímpicos.

Para o primeiro desafio de uma série de onze etapas que ainda somarão pontos para a classificação olímpica a dupla terá a companhia de mais outras seis parcerias brasileiras. Com o término do prazo de inscrição para a etapa o Brasil tem como pré-inscritas um total de sete duplas no torneio feminino.

Com vaga garantida na chave principal do torneio estão Renata/Talita, Juliana/Larissa e Ana Paula/Shelda. As outro quatro duplas, caso não recebam wild card, terão que disputar um dos country-quotas mais disputados dos últimos tempos. Maria Clara/Carol, Sandra/Leila, Agatha/Shaylyn e Virna/Ângela terão uma fase seletiva para definir uma única dupla que irá representar o país no qualifying.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Blog é destaque no Jornal dos Sports

Poucos dias depois de ser lançado o blog da dupla Renata e Talita foi um dos destaques da coluna de Iata Anderson, nesse sábado, no Jornal dos Sports.

O texto destaca a atualização com os resultados e notícias sobre as etapas do circuito brasileiro além da cobertura do circuito mundial que começa no próximo mês na Austrália. Considerado uma “grande sacada” pelo jornalista o destaque fica por conta da intenção da aproximação com os fãs da dupla, que inclusive podem deixar recados para as jogadoras através da parte “torcida”.

Para acessar a versão eletrônica da coluna clique em

http://jsports.uol.com.br/portal/processa.php?modulo=montasecao&secao=20&materia=60942

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Segundo lugar em Florianópolis


Assim como na primeira etapa, disputada em Xangrilá (RS), Renata e Talita ficaram com a segunda colocação na etapa de Florianópolis. Na final, apesar de terem vencido o primeiro set, elas acabaram sendo derrotadas por Juliana/Larissa.

O jogo foi bastante equilibrado, com as duplas se alternando a frente do placar no primeiro set até o décimo quinto ponto, quando com um bloqueio de Talita e depois um contra-ataque de Renata as vice-líderes do ranking brasileiro abriram vantagem. No final vitória de 18-16. A partir do set seguinte a diferença foi o saque. Larissa fez com que a dupla vitoriosa abrisse seis pontos logo no início da segunda parte do jogo (8x2), mas mesmo assim Renata e Talita conseguiram buscar e encostaram com 9x10. Novamente firme no saque a paranaense fez novos pontos e sua equipe administrou o placar, vencendo por 18x14 e forçando o set desempate.

No tie-break novamente parciais equilibradas. O jogo seguiu empatado até o décimo ponto, mas com dois aces e dois saques que desarmaram a defesa da dupla adversária a vitória ficou com as atuais campeãs brasileiras (15x10).
Assim como havia previsto na noite de ontem, Renata acredita que o detalhe fez a diferença no jogo. “Nós jogamos bem, mas a Larissa estava muito bem no saque e isso foi a diferença a favor delas”, disse a carioca que também fez 3 pontos direto de saque no jogo. Para o técnico Abel Martins o jogo foi decidido em duas bolas decisivas. “Se nesses pontos tivéssemos virado a bola tudo poderia ser diferente”, ressaltou sem deixar de valorizar a vitória das adversárias: “Elas tiveram uma maior competência”.